EDUCA GSH – EDUCAÇÃO CONTINUADA

| AULAS TÉCNICAS | SIMPÓSIOS MÉDICOS | PRODUÇÃO CIENTÍFICA | CURSOS TÉCNICOS | CONGRESSOS NACIONAIS & INTERNACIONAIS |

Plataforma própria de desenvolvimento e qualificação de médicos, gestores e técnicos.

Realização de 12 simpósios médicos anuais (Blood Boards) com aulas técnicas sobre assuntos relevantes da Medicina Transfusional e Terapia Celular.

Programas de capacitação extensiva aos profissionais dos hospitais parceiros com foco em importantes temas hemoterápicos:

  • null

    Utilização racional dos hemocomponentes;

  • null

    Prescrição de hemocomponentes especiais;

  • null

    Suporte na Implantação de Transplante de Medula Óssea (TMO).

Investimento contínuo nos programas de capacitação e desenvolvimento de colaboradores, bem como das equipes alocadas nos hospitais parceiros.

Realizamos em média 50 horas anuais de treinamento por colaborador. Esse número está 50% acima da média das instituições do setor de saúde nacional.

Mais de 140 trabalhos científicos publicados em congressos nacionais e internacionais.

ENSINO & PESQUISA

LINHA DE PESQUISA: HEMOTERAPIA

Utilização do plasma de convalescente no tratamento de pacientes com COVID-19

O Grupo GSH, em parceria com o IDOR (Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino) e HCor (Hospital do Coração), realiza pesquisa, autorizada pelo CONEP, com o plasma de indivíduos que já testaram positivo para o coronavírus. Nesse estudo, as pessoas infectadas e que já deixaram de apresentar sintomas nos últimos 30 dias doam o plasma sanguíneo para ser aplicado nos pacientes em estado avançado da COVID-19. A coleta e o armazenamento são feitos pelo Grupo GSH, e a administração do tratamento é realizada pelo IDOR e HCOR.

LINHA DE PESQUISA: AUTOTRANSFUSÃO

Recuperação de sangue intraoperatória em cirurgias cardíacas

Pesquisa realizada pelo nosso vice-presidente médico – Dr. Sergio Vieira, em parceria com os médicos do HCor, sobre a recuperação de sangue intraoperatória apresenta o uso racional do sangue.

LINHA DE PESQUISA: GESTÃO DE QUALIDADE E SEGURANÇA TRANSFUSIONAL

Digitalização na identificação do paciente

O modelo de segurança assistencial adotado pelo Grupo GSH consiste em um sistema de leitura de códigos de barras individuais em pulseiras por sistema informatizado. O objetivo é melhorar a segurança do paciente, minimizando erros e obtendo rastreabilidade e eficiência em todo o processo de transfusão de sangue.

Menu