Pesquisa divulgada por pesquisadores de Nova York determina tempo máximo de vida dos seres humanos

Publicado em 17/10/2016


Pesquisa divulgada por pesquisadores de Nova York determina tempo máximo de vida dos seres humanos

Uma pesquisa polêmica divulgada no início do mês de outubro está gerando discussão nos Estados Unidos. Pesquisadores da Universidade Albert Einstein College Medicine, de Nova York, analisaram dados demográficos de mais de 40 países e descobriram que o limite máximo para o tempo de vida já foi alcançado na década de 1990.

Esse limite foi atingido pela francesa Jeanne Calment, que morreu com 122 anos e 164 dias. Apesar do aumento da expectativa média de vida, os pesquisadores afirmaram que as pessoas com vidas excepcionalmente longas não estão envelhecendo tanto quanto antes. As chances de um indivíduo ultrapassar os 125 anos são menores que um em 10.000.

Outras notícias